[ editar artigo]

Apresentação

Apresentação

ETIENNE DESIREÉ MEIRA (ETI)

Atualmente sou proprietária de uma distribuidora de cervejas especiais (Taste Beers) e juíza BJCP, participando de alguns concursos de cervejas caseiras e comerciais.

Vou contar um pouquinho da minha trajetória: tudo começou na infância. Sim, infância. Mas caaaallllma, eu explico. Minha família é de uma cidade litorânea pequena do Paraná, chamada Antonina. Antonina e sua vizinha, Morretes, são tradicionais pela sua gastronomia e também pela cachaça. Essa foi uma bebida presente em minha criação, mas de forma positiva: lembro-me do meu avô, junto com toda a família reunida, tomando uma cervejinha e uma cachacinha, nos bons momentos de reunião familiar.

Quando maior, resolvi fazer faculdade de História. Dentro desse curso, descobri uma linha de pesquisa chamada História da Alimentação. Me apaixonei na hora, ia poder unir meus costumes de bebida e comida, com minha pesquisa acadêmica. E assim, a cachaça invadiu de vez minha vida. Tentei ressaltar esse lado positivo das bebidas: a união e a sociabilidade trazidas com o ato beber em companhia.

Trabalhando com cachaça, comecei a conhecer e me envolver com o mundo das bebidas em geral, inclusive cerveja – surgia uma nova paixão. Conheci já de início pessoas que hoje são expoentes do mercado cervejeiro, mas que na época eram apenas amigos para dividir uma garrafa... quanta coisa iria acontecer e eu não fazia ideia.  

Bagunças da vida que vem e que vão, comecei a trabalhar com cervejas em um determinado momento. Primeiramente em uma loja,  depois em uma importadora, depois em uma distribuidora e por fim, eis que finalmente abri a minha própria empresa. Procurando poder escolher melhor os produtos do meu portfólio, comecei a aprofundar os estudos e acabei me tornando juíza de cervejas, com a ajuda de muitos amigos que me ensinaram, incentivaram e me guiaram nesse caminho (obrigada Fer Lazzari e Giraia).

E cá estou, convidada para fazer parte desse projeto encabeçado pelo Henrique Cruz (o próprio Giraia). Agradeço muito o convite e tenho muito orgulho da nossa parceira! Espero poder rechear vocês de conteúdo!

E ah, quer me seguir no Instagram? Só procurar lá: sour.girl – é por causa da música do Stone Temple Pilots, coisa da adolescência, mas quem diria que iria encaixar direitinho nessa trajetória cervejeira hein?! Obrigada destino!

umacervejapordia
Ler matéria completa
Indicados para você