[ editar artigo]

Como apreciar melhor uma cerveja especial?

Como apreciar melhor uma cerveja especial?

Nada mais importante do que entender e explodir alguns dos mitos que assombram uma boa degustação. Com o propósito de auxiliar você criamos este breve guia, para que você possa se orientar e errar menos na sua degustação.

A primeira coisa a se fazer é cheirar, sempre inicie buscando os aromas, e não pela aparência. Isso porque existem compostos aromáticos que são extremamente voláteis, ou seja, em pouco tempo podem desaparecer, portanto quanto antes cheirar, mais fortes e nítidos os aromas estarão.

Agora sim, repare na aparência, nós crescemos avaliando tudo com os olhos, sempre de forma superficial, sem realmente sentir a comida/bebida como deveria. Não que uma boa aparência não tenha seu valor, pelo contrário, tudo o que demonstra uma boa apresentação tem seu valor aumentado. Observe como é a formação e retenção da espuma, qual a textura e que cor ela tem?  Olhe para a cerveja, que cor ela tem? É brilhante ou turva? Tudo isso faz parte de uma pré-leitura de como a cerveja irá se apresentar no gole.

Chegou a hora de beber, buscar os sabores, ao colocar a cerveja na boca já teremos uma impressão geral, uma vez que já temos um conhecimento prévio do aroma e da aparência, é no sabor que a cerveja vai se destacar, ou conquistar você ou será odiada. Tente perceber quais sabores ela te lembra, pense sempre na infância, é mais fácil de lembrar dos sabores buscando a época em que aprendemos sobre eles. No final vamos perceber se a cerveja está equilibrada ou não, se está muito amarga ou muito doce, se para o seu paladar está boa ou não.

Outro fator importante que vem junto com o gole é a sensação de boca, ela irá apresentar o corpo desta cerveja, se é licoroso, aveludado, aguado, seco? É uma bebida refrescante ou não? Ela faz você salivar e querer mais um gole?

E ai, gostou ou não? Esse é o ponto que queremos chegar, sempre, uma cerveja por mais diferente que seja, se for bem explicada e o serviço for bem feito, dificilmente nos desapontará. Ela pode não ser sua favorita, mas se você for alertado de que é uma cerveja azeda, amarga, frutada ou com notas de café, acredite! Elas existem!

Para auxiliar, utilize a roda de aromas e sabores, elas facilitam bastante a vida de quem está começando a degustar.

Também é possível utilizar do APP BJCP – 2015 (versão apenas em inglês ainda), ele é um guia de estilos e estudo, você encontrará diversas informações interessantes sobre os estilos que estará degustando principalmente sobre história e de cara já vai saber se vai gostar ou não da cerveja.

umacervejapordia
Henrique Cruz
Henrique Cruz Seguir

Empresário do setor, palestrante e professor, atua desde 2013 no mercado de cervejas especiais, hoje é Sommelier, cervejeiro profissional e Juiz BJCP rank National. Pós graduado em Gestão e Tecnologia Cervejeira com MBA em Gestão Empresarial.

Ler matéria completa
Indicados para você